O que é sazonal é bom

É cada vez mais imperativo adotar uma alimentação alicerçada na sazonalidade. A preferência por

É cada vez mais imperativo adotar uma alimentação alicerçada na sazonalidade. A preferência por hortofrutícolas da época tem impactos imediatos, na qualidade dos alimentos, mas também a médio/longo prazo, na sustentabilidade. 

Um alimento sazonal – ou da época – é aquele que é produzido na sua época própria. De forma a preservar as suas propriedades e garantir um melhor paladar, estes alimentos devem amadurecer naturalmente, ao sol. Nos hortofrutícolas produzidos fora da época, o processo de amadurecimento é forçado, precipitado e em condições pouco favoráveis, como os locais de transporte ou armazenamento – o que prejudica o sabor e reduz a quantidade de nutrientes disponíveis na fruta e legumes.

Comer sazonalmente significa comer alimentos colhidos no seu ponto de maturação e, também, transportados até nós no mínimo de tempo possível. Quando o tempo entre a colheita e o consumo dos alimentos é demasiado longo, a quantidade de nutrientes que eles oferecem reduz drasticamente. Por isso, a preferência por uma alimentação à base da sazonalidade é, também, uma escolha pela proximidade, isto é, pela produção local. O que é sazonal é bom e o que é nacional também, pois claro.

Além do contributo para a dinamização das comunidades locais, comer comida da época é uma decisão em prol do ambiente. Diminuindo-se o recurso ao transporte, diminui-se o uso de combustíveis fósseis. Respeitando-se os tempos certos de amadurecimento e colheita da fruta e legumes, evita-se o uso de fertilizantes artificiais e de métodos de conservação e refrigeração.


Um detalhe muito interessante relativamente à fruta da época é o facto de ela possuir, na suas características e propriedades nutricionais, aquilo de que mais precisamos em cada estação do ano em particular. Isto é, em estações mais quentes como a primavera e o verão, a fruta da época é naturalmente mais aguada, satisfazendo a nossa necessidade de ingerir mais líquidos para nos mantermos hidratados. Por outro lado, nas estações mais frias como o outono e o inverno, a fruta da época é naturalmente mais rica em vitamina C, contribuindo para fortalecer o nosso sistema imunitário e capacitando-o para enfrentar viroses mais frequentes nesta altura.

Por todas estas razões, n’A Padaria Portuguesa, procuramos cada vez mais tirar partido da sazonalidade para criar produtos com maior sabor, qualidade e frescura.

Com a chegada da época dos morangos, substituímos os habituais mirtilos e framboesas do bolo mascarpone e a habitual banana das papas de aveia por morangos frescos da quinta do Sr. José Rita, em Almeirim. Esta matéria-prima pode também ser saboreada simples – em copos de fruta -, com iogurte dos Açores e ainda com os nossos croissants de chocolate. Pode também experimentar a nova bola de berlim com compota de morango da Casa da Prisca, recheada diariamente nas nossas cozinhas.



Além da fruta da época, utilizamos uma grande variedade de folhas sazonais biológicas para preparar as nossas sandes saladas.