Kombucha: o que é e que benefícios tem?

Já deve ter ouvido falar nela. É gaseificada e tem um sabor agridoce, semelhante ao da sidra. É amada por muitos. Por outros, nem tanto. Mas, afinal, o que é isso das kombuchas? Valerá mesmo a pena experimentar?

Acredite ou não, a kombucha é mais velha que Jesus Cristo. Foram os chineses que trouxeram a inusitada receita ao mundo. Trata-se de uma bebida probiótica que é produzida pela fermentação de chá açucarado com uma simbiose de bactérias e leveduras, apelidada de SCOBY – Symbiotic Colony of Bacteria and Yeast (descanse, estas bactérias são das boas). Quando a SCOBY é adicionada, a temperatura do chá não deve ser superior a 20º. O tempo de fermentação pode variar entre 3 a 60 dias, consoante o tipo de sabor que se queira obter.

É a presença de probióticos, vitaminas do complexo B (B1, B2, B6 e B12) e vitamina C que torna a kombucha um poderoso aliado da nossa saúde e bem-estar – sem esquecer as catequinas e flavonóides, dois antioxidantes presentes nos chás pretos e verdes. Entre refeições, a kombucha sacia a fome. Após refeições, ajuda na digestão. Previne a retenção de líquidos. Tem propriedades desintoxicantes e antioxidantes, potências energizantes e contribui para um aumento de imunidade. Os seus bioativos ajudam a reduzir o colesterol sérico e a pressão arterial. Como se tudo isso não chegasse, ainda contribui para um estado de espírito mais otimista. 

Nunca teve oportunidade de provar esta bebida vegan? N’A Padaria Portuguesa, pode encontrar três variedades das kombuchas da marca portuguesa Koji Kombucha: Natural, Abacaxi, lima e menta e Hibiscus e frutos vermelhos.